Ariquemes (RO), 18 de novembro de 2019

Variedades

Cristianismo no Irã 07/05/2019 17:34 ONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA CBN NEWS

Ministro da Inteligência do Irã admite que o cristianismo está se espalhando no país

O ministro Mahmoud Alavi usou a conversão de muçulmanos ao cristianismo para incentivar clérigos islâmicos a se unirem.

O ministro da Inteligência do Irã, Mahmoud Alavi, admitiu publicamente pela primeira vez que o cristianismo está se espalhando por todo o país.

Em discurso para clérigos muçulmanos xiitas na cidade de Qom, Alavi afirmou que o cristianismo está se espalhando em “partes” do Irã. “Esses convertidos são pessoas comuns, cujos empregos são vender sanduíches ou coisas semelhantes”, disse ele, segundo o site IranWire.

“Não tínhamos escolha a não ser convocá-los para perguntar por que estavam se convertendo”, acrescentou Alavi. “Alguns disseram que estavam procurando uma religião que lhes desse paz. Dissemos a eles que o Islã é uma religião de fraternidade e paz. Eles responderam: ‘Todo o tempo vemos clérigos muçulmanos e aqueles que pregam do púlpito falando uns contra os outros. Se o Islã é a religião da cordialidade, antes de tudo, deve haver cordialidade e paz entre os próprios clérigos’”.

O ministro da Inteligência iraniana tentou usar a conversão de muçulmanos ao cristianismo para incentivar os clérigos a deixarem de brigar entre si. “Não é tarefa da comunidade de inteligência encontrar as raízes dessas conversões do Islã. Mas está acontecendo bem diante de nossos olhos”, afirmou.

Embora o Irã seja classificado como o 9º país que mais sofre de perseguição religiosa no mundo, de acordo com a classificação da organização Portas Abertas, o país tem a população evangélica que mais cresce no mundo.

Em comparação com cerca de 500 cristãos declarados em 1979, existem hoje cerca de 500 mil, podendo chegar até 1 milhão de crentes secretos. De acordo com o Ministério Elam, mais iranianos se tornaram cristãos nos últimos 20 anos do que nos 13 séculos anteriores, desde que o Islã chegou no país.

Em 2016, a organização Operation World nomeou o Irã como a igreja evangélica que mais cresce no mundo. A segunda igreja que mais cresce está no Afeganistão, que tem sido alcançada, em parte, pelos iranianos devido à semelhança dos idiomas.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo