Ariquemes (RO), 17 de setembro de 2019

Regional

É Fiscalização ou pertubação: 01/07/2019 18:03 Fonte: Alerta Rondônia

Vídeo: Diretora de UPA registra BO por perturbação do trabalho contra vereador em Ariquemes

Servidora chamou a polícia quando vereador chegou ao local atendendo pedido de paciente

Segundo relatos do vereador Rafael é o Fera (DEM) de Ariquemes, no último domingo (30), foi até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, a pedido do marido de uma paciente que afirmava ter sido negado atendimento a esposa que passava mal.

Chegando ao local, o vereador Rafael, como faz de costume, fez um vídeo relatando o problema e publicou nas redes sociais, onde afirma que estava ali atendendo ao chamado do marido de uma paciente, que passava mal e precisa de remédio controlado, porém, o atendimento estava sendo negado e impendido que a mesma passasse por uma consulta para que fosse feito a receita.

No vídeo, o vereador fala que procurou saber do problema, porém ninguém quis dialogar com ele, chamando a diretora, que por sua vez chamou a Polícia Militar (PM), acusando-o de desacato, acusação negada pelo vereador, que no vídeo mostra várias pessoas dizendo que são testemunhas do que aconteceu, também tem o relato da pessoa que chamou o vereador, apresentado no vídeo como Wagner, dizendo que só buscava uma solução para o problema de sua esposa e que em nenhum momento houve desacato.

O problema é que esta atitude do vereador tem irritado o prefeito Thiago Flores (PSD), que vive em guerra com o edil, especialmente nas redes sociais, além disso, utiliza todos seus assessores para entrar nesta guerra cibernética, claramente identificada nas redes, e não é a primeira vez que situação semelhante acontece.

A diretora da unidade, Alcione Baeta, informou que a paciente foi medicada e orientada a procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS)na segunda-feira (01), pois a UPA não emite receita azul, que é usada para substâncias psicotrópicas e psicotrópicas anorexígenas.

A PM registrou o Boletim de Ocorrência (BO) como perturbação do trabalho ou sossego alheio, a audiência foi marcada para o dia 28 de agosto no Fórum de Ariquemes.

 

Autor: Da redação do Alerta Rondônia


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo