Ariquemes (RO), 18 de setembro de 2019

Regional

Ficou mal explicado 30/01/2019 10:58 Jaci destaque

Vereadores confiam na palavra do prefeito e mantém veto a emenda que beneficiaria a APAE

O prefeito Thiago Flores vetou e os vereadores, depois de terem aprovado por unanimidade, recuaram e mantiveram veto...

A emenda proposta pelo vereador Amalec da Costa (PDSB) assegurava no orçamento municipal, a quantia de R$ 479 mil para a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Ariquemes, e R$ 100 mil para a Associação de Mães de Autistas de Ariquemes (AMAAR), instituições que prestam serviços absolutamente relevantes e é reconhecido pela comunidade, na ocasião a propositura foi aprovada por unanimidade pelos vereadores.

Quando o Projeto foi para ser sancionado pelo executivo, sem que houvesse um comunicado público sobre o posicionamento do prefeito e o verdadeiro motivo de tal decisão, a emenda foi vetada.

Por ter sido aprovado por unanimidade, esperava-se que o veto fosse derrubado, porém, nos dias que antecederam a sessão tudo mudou.

Após reunião em que o prefeito, Thiago Flores (PSL), fez com sete vereadores, numero suficiente para garantir a mudança de posicionamento em relação à aprovação na Casa Legislativa, sendo confirmado quando o Projeto voltou para a apreciação dos edis na Sessão Ordinária de segunda-feira (28), desta vez mantendo o veto com oitos votos contra cinco.

Ocorre que nem tudo está perdido, pois a proposta voltou ao texto original em que destina R$ 250 mil para a APAE e R$ 100 mil para AMAAR, graças ao poder de convencimento do Prefeito Thiago Flores, que apesar de não colocar os recursos no orçamento, garantiu (verbalmente) aos vereadores que se mantivesse o veto, manteria os R$ 100 mil para a AMAAR e para a APAE destinaria R$ 350 mil neste ano de 2019.

É um mistério o nível de confiança dos oito vereadores ao ocupante da cadeira do executivo, agora cabe aos cidadãos, as instituições, a imprensa e aos próprios vereadores ficarem atentos para no final do ano delatar o cumprimento ou não da “promessa”.

Por conta do tema, a sessão ordinária não foi das mais tranqüilas, na tribuna o vereador Amalec da Costa, tentando convencer seus colegas a votarem contrário aquilo que sabia que estava prestes a acontecer, afirmando que, “não assegurar os recursos para as entidades de maneira especifica era muito perigoso, momento em que foi interrompido pelo vereador Loro da Sucam (PP), tentando dizer a Amalec que não adiantava argumentar, pois na reunião dos sete vereadores com o prefeito, ficou acertado que o veto seria mantido, em troca o executivo cumpriria a sua PALAVRA em repassar os R$ 350 mil para a APAE.

Votaram contra o veto do executivo os vereadores: Amalec da Costa, Rafael é o Fera (DEM), Joel da Yamaha (DEM), Capitão Levi (PMDB) e Renato Padeiro (PDT).

Mudaram de posicionamento em favor ao executivo os vereadores: Carla Redano (PRB), Nairton da Saúde (PP), Natan Lima (PTB), Loro da Sucam, Pastor Eronildo (PRB), Vanilton Cruz (SD), José Augusto (PPS) e Zul Pinheiro (PTB).


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo