Regional

Pica-Pau 08/12/2018 17:33 Alerta Rondônia

APRESENTADOR POLÊMICO DE ARIQUEMES FAZ PROVOCAÇÕES A POSSÍVEIS ADVERSÁRIOS NAS ELEIÇÕES DE 2020

Utilizando as redes sociais, aproveitando oposição de vereador o alvo é a família Follador...

Ao encerrar as eleições 2018 começou as fofocas e articulações para as eleições municipais de 2020, certamente os resultados das urnas refletem fortemente nestas discussões e, se tratando de Ariquemes, a família Follador, indiscutivelmente, obteve clara vantagem, sendo os dois candidatos, aos cargos que concorreram, os mais votados no município, o vice-prefeito Lucas Follador (DEM) obteve 13.995, 31,23% dos votos válidos na disputa para deputado federal, enquanto seu pai, o deputado estadual Adelino (DEM), 6.847, 14,96% dos votos válidos.  

Já o chefe do executivo, prefeito Thiago Flores (PSL), que poderia ter se tornado governador, já que as movimentações político partidário e testemunhos de aliados evidenciaram que ele poderia ter sido o candidato do PSL, e é claro que a preferência do eleitor rondoniense foi pelo candidato bolsonarista.

Primeiro, o porquê se filiou ao PSL na semana que se encerrava o prazo para ser candidato, depois o próprio governador eleito afirmou que inicialmente seria candidato a deputado federal, e naquele momento entrou para o partido como a maior estrela no estado, já que havia, inclusive, o testemunho elogioso do, então presidenciável, Bolsonaro, quanto a sua postura em relação aos livros didáticos que tratava sobre ideologia de gênero.

Agora os bastidores estão fervendo, especialmente nas redes sociais.

De um lado, o vereador Rafael é o Fera (DEM) vem fazendo uma oposição ferrenha ao prefeito Thiago, usando as redes sociais e, quase que diariamente publicando vídeos denunciando falhas da gestão municipal. O fato do vereador ser do mesmo partido dos Folladores, sugere que tem o aval dos mesmos, porém, isso não se confirma, pois, nem o pai nem o filho, manifestaram posicionamento, nem a favor, nem contrário ao vereador. Preferem manter a rotina de trabalho e procura não falar do assunto.

Já o apresentador Pica-Pau, que se encontra a algum tempo fora da televisão, apronta suas “peripécias” nas redes sociais, declaradamente, sempre foi aliado do prefeito Thiago Flores, e passou a usar suas redes sociais para provocar os que ele entende como adversário, tendo como alvo principal o vice-prefeito e o deputado Adelino.

Na última semana, coincidentemente, após o prefeito viajar por 11 dias de férias, Pica-Pau fez algumas postagens polêmicas.

Primeiro fez uma postagem onde em uma foto montada (veja print) aparece uma arte das eleições de 2016 e acima o Lucas e o Rafael, sendo que atribui ao vice-prefeito a frase: “É isso aí, quanto pior melhor”, como se estivesse falando ao vereador, ao tempo que Rafael diz: “Meu trabalho é acabar com o nome do prefeito”.

Certamente o Pica-Pau, que sempre foi polêmico, tem a intenção clara de defender ou favorecer o amigo e prefeito, inclusive, sua esposa exerce cargo em comissão em uma UBS, porém, como ele mesmo diz ser jornalista, não cumpre o princípio básico ético da profissão, sendo completamente parcial, e o que é mais grave, atribuir esta frase a uma autoridade do município, o que a faz ter um peso considerável de responsabilidade, se ele não tiver provas dessa fala, e se o Lucas não disse, e se sentir ofendido, juridicamente cabe uma ação por injúria, difamação e danos morais.

Outra postagem é referente a uma reunião com o senador eleito, Marcos Rogério, na sexta-feira (30) no gabinete do prefeito, onde se reuniram os secretários do município, vereadores, vice-prefeito e o deputado Adelino Follador.

A isso (veja o print), Pica-Pau fez uma montagem com os rostos de Adelino, Lucas e Rafael em corpos de ratos, como se estivesse em confronto com o Thiago, fantasiado de Capitão América, e na legenda diz: “Qual a sua opinião sobre a atitude do VICE PREFEITO e seu parceiro RAFAEL FERA ocupar o gabinete dele?” e “foi só o GATO sair que os RATOS invadiram a prefeitura”. Nesta última frase ofende a todos que estavam presentes, inclusive ao senador Marcos.

Procurado por nossa reportagem, o vice-prefeito, Lucas Follador, disse que Marcos Rogério havia entrado em contado com ele, dizendo que tinha reservado sua agenda para aquela tarde em Ariquemes, e pediu que ele marcasse as reuniões necessárias, foi o que fez, e assim aconteceu, não só na prefeitura, mais também em outros locais, ele havia informado ao prefeito, porém, o mesmo já estava com a viajem programada, e essa foi a razão de sua ausência, e a sugestão de fazer a reunião no gabinete foi do chefe de governo, Ricardo Rodrigues.

Em comunicado na sua página no Facebook, o prefeito Thiago Flores, confirmou a versão falada pelo vice-prefeito (veja print) e, lamentou o fato de não estar presente para também fazer suas reivindicações.

O fato é que a atitude do apresentador parece ter uma intenção clara de provocar conflitos, haja visto, que nem por parte do vice-prefeito, nem do prefeito, percebe-se tal hostilidade. Diante da repercussão negativa ou por motivo que não foi revelado, a postagem foi retirada do ar.

Também é sabido por todos que o vice-prefeito não tem participação, nem autoridade na gestão municipal, assim como, é notório que tem se esforçado para ajudar dentro das possibilidades disponíveis a que pode recorrer, esta reunião é um exemplo claro disto, e também em sua página no Facebook tem postado diariamente sua ações.

 

 

 

 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo