Ariquemes (RO), 17 de fevereiro de 2020

Justiça

Brasil 19/12/2019 09:40 Da assessoria

Policial pagou despesas de mulher de Flávio, aponta investigação

Cabo da Polícia Militar e proprietário de empresa de segurança privada teria pagado boleto de 16.564,81 em

Um cabo da Polícia Militar do Rio de Janeiro, atualmente no posto de sargento, realizou pagamentos de despesas de familiares do senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, segundo investigação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ).

Trata-se de Diego Sodré de Castro Ambrosio, proprietário de empresa que presta serviços de segurança privada, a Santa Clara Serviços. Segundo o relatório da investigação do MP-RJ, o policial pagou boleto bancário emitido em nome da mulher de Flávio, Fernanda Antunes Nantes Bolsonaro, no valor de R$ 16.564,81.

O MP-RJ relata ainda, nos autos da investigação, que Flávio realizou transferência bancária para a loja da Kopenhagen na Barra da Tijuca da qual é sócio com participação de 50% e também para assessores que atuaram na Assembleia Legislativa do Estado enquanto ele era deputado estadual. As transferências foram feitas para contas de Marcos de Freitas Domingos e Fernando Nascimento Pessoa.

A Santa Clara Serviços já foi investigada pela corregedoria da PM fluminense sob suspeita de promover a remoção de moradores de rua da frente de comércios e residências do bairro de Copacabana.

Flávio, ex-assessores dele e familiares da ex-mulher de Jair Bolsonaro foram alvos de 24 mandados de busca e apreensão cumpridos nesta quarta-feira em uma investigação que apura lavagem de dinheiro com prática de "rachadinha" por ex-assessores ligados ao atual senador.

 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo