Ariquemes (RO), 17 de fevereiro de 2020

Justiça

09/12/2019 09:59

Lula: não queremos uma televisão mentirosa como a Globo

Em vídeo, o ex-presidente Lula denuncia a parcialidade da Rede Globo de Televisão ao dar pouquíssimo espaço para a notícia de sua absolvição na denúncia do "quadrilhão do PT". À época da denúncia, o Jornal Nacional dedicou mais de 12 minutos para informar o público sobre a denúncia. Sobre a absolvição, o telejornal deu apenas 52 segundos

 O ex-presidente Lula usou as redes para denunciar a falta de imparcialidade da Rede Globo na pauta sobre a denúncia do "quadrilhão do PT". Ele lembrou que o Jornal Nacional, na época, dedicou mais de 12 minutos para noticiar a denúncia contra o partido. Agora, para informar sobre a absolvição, o JN deu apenas 52 segundos.

Para Lula, esta é uma tática da emissora para criminalizar o PT. "Esse processo pretendia criminalizar o PT e tentar condenar todo o período que o PT governou esse país. Na medida em que houve acusação, vou dar dois exemplos: no dia da acusação o Jornal Nacional deu 12 minutos e 30 segundos da denúncia do Ministério Público e o Bom Dia Brasil, no dia seguinte, seu 8 minutos e 30 segundos da denúncia". 

"Na hora que o juíz recusa aceitar a denúncia, a Rede Globo de Televisão deu apenas 52 segundos no Jornal Nacional e apenas 30 segundos no Bom Dia Brasil, em uma demonstração de que a tendência de acusação ao PT era mais que verdadeira. Para acusar, uma hora, para dizer que não é verdade a acusação, meio minuto", completou.

O ex-presidente disse ainda que o Brasil não precisa de uma imprensa mentirosa como a Globo e chamou a emissora de "partidária". "É preciso fazer essa denúncia porque nós precisamos no Brasil conquistar a liberdade de imprensa, não queremos uma imprensa partidária e não uma televisão mentirosa, como a Globo tem feito com o Jornal Nacional para acusar o PT há tanto tempo".

O advogado de Lula, Cristiano Zanin, explicou a absolvição de seu cliente no processo. "Eu entendo que essa vitória decorre de uma análise feita por um juiz imparcial que aplicou devidamente o Direito ao caso concreto, na verdade esta acusação jamais poderia ter sido apresentada porque o próprio magistrado afirma na sua decisão que não havia elementos para sustentar minimamente essa acusação", disse.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo