Justiça

RONDONIA 15/03/2019 00:13 Policia federal

Polícia Federal prende quatro empresários, entre eles, Mário Português da Coimbra

Quatro pessoas, entre elas, o empresário de Porto Velho Mário Gonçalves Ferreira, conhecido como Mário Português da Coimbra, ex-candidato à Prefeitura da Capital, foram alvos da Operação Dracma, desencadeada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (15) em Rondônia e em outros estados.

Até o momento, foram cumpridos 72 Mandados de Busca e Apreensão, seis medidas cautelares de afastamento da atividade/função como: por exemplo de administradores e gerentes de empresas, e o bloqueio de 147 contas bancárias.

220 policiais federais e 22 servidores da Receita Federal participam da Operação que, do total de medidas, já cumpriu sete Mandados de Busca e Apreensão em Porto Velho/RO, um em Ariquemes/RO, quatro em Ji-Paraná/RO, um em Cacoal/RO, um em São Miguel do Guaporé/RO, um em Ouro Preto D’ Oeste/RO, cinco em Nova Mamoré/RO, um em Cuiabá/MT, um em Itaituba/PA e 50 só em Guajará-Mirim/RO.

Foram apreendidos: carros de luxo, lancha, dinheiro em espécie, jóias e armas. Os prejuízos aos cofres públicos pelo não recolhimento dos tributos federais, chega a R$ 300 milhões, segundo a PF.

Os 26 inquéritos policiais, 36 relatórios fiscais e 86 laudos de perícia financeira que compõem a investigação apontam que grandes empresas comerciais-exportadores de Rondônia mantêm há anos, atividades secundárias de captação e administração de capitais, remessa e conversão de câmbio, direta ou indiretamente, de pessoas físicas que se dedicam à prática do tráfico de drogas e outros crimes.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo