Ariquemes (RO), 24 de agosto de 2019

Geral

Tráfico sexual 29/04/2019 19:25 fonte: Guiame, com informações da CBN News

Estudiosos alertam que pornografia tem forte ligação com tráfico sexual

Pesquisadores e até mesmo ex-atrizes da indústria pornográfica afirmam que as cenas incluem, drogas, álcool e abusos sexuais.

Para a maioria das pessoas, o tráfico sexual parece ser um problema que integra a realidade de países estrangeiros distantes. Porém, o professor e produtor de cinema, Luke Gibbons alertou que este crime está muito mais próximo dos lares das famíllia do que se pode imaginar e a via de entrada seria a pornografia.

“Você pode pensar: ‘Mas certamente [o tráfico sexual] não é algo que me envolva, não é?’. Se você consome pornografia, então a resposta é ‘sim’. A verdade é que a pornografia e o tráfico sexual tem fortes ligações. Nos EUA, por exemplo, a indústria do tráfico sexual vale US $ 3 bilhões por ano”, destacou Gibbons.

Gibbons alertou que o tráfico sexual é um problema complexo e de proporções alarmantes. O professor citou dados da Universidade da Nova Inglaterra, que relatam que este é o terceiro maior negócio criminoso do mundo, atrás apenas do comércio ilegal de drogas e armas.

Em 11 de abril de 2018, a Casa Branca forneceu estas informações:

  • O tráfico sexual é uma forma global de escravidão moderna, na qual os indivíduos são coagidos a realizar atos sexuais comerciais contra sua vontade.
  • De acordo com a Organização Internacional do Trabalho, 4,8 milhões de vítimas estavam em exploração sexual forçada.
  • Mais de 99% dos indivíduos traficados presos em exploração sexual forçada são mulheres.
  • Mais de 21% das pessoas traficadas nesta rede criminosa são crianças.
  • No ano fiscal de 2017, o Departamento de Segurança Interna investigou 833 casos de tráfico humano. Isso resultou em 1.602 detenções e 578 condenações, com 518 vítimas de tráfico humano identificadas.
  • Desde 2007, a Linha Nacional de Tráfico Humano recebeu relatos de 22.191 casos de tráfico sexual nos Estados Unidos.
  • Das quase 25.000 crianças fugitivas denunciadas ao Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas, uma em cada sete era provavelmente vítima de tráfico sexual infantil.


Como a pornografia está conectada ao tráfico sexual?

Segundo o jornalista John-Henry Westen, “enquanto os homens dos Estados Unidos forem treinados para pensar que a pornografia violenta e perturbadora é sexualmente aceitável, uma enorme clientela de traficantes sexuais está sendo criada todos os dias nos lares, dormitórios de faculdades e apartamentos em todo o país”.

A Lei de Proteção às Vítimas do Tráfico (TVPA) define o tráfico sexual como “o recrutamento, abrigo, transporte, provisão ou obtenção de uma pessoa para fins de ato sexual comercial”. O texto também inclui “induzir atos sexuais comerciais por força, fraude ou coação”.

Um “ato sexual comercial” significa “qualquer ato sexual por conta do qual qualquer coisa de valor seja dada ou recebida por qualquer pessoa”. Como os artistas da indústria pornográfica recebem dinheiro e outros itens de valor, a definição de tráfico sexual certamente também se aplica à indústria pornográfica.

Mas os artistas pornôs são coagidos ou induzidos por força ou fraude? Não são todas as cenas feitas por adultos que consentiram em fazê-las?

A ex-atriz pornô, Shelley Lubben testemunhou: "As mulheres são atraídas, coagidas e forçadas a praticar atos sexuais que nunca concordaram em fazer. Além disso, drogas e álcool também são usados para ajudá-las em cenas ‘hardcore’ [pesadas]. A indústria pornográfica é a escravidão moderna".

Traficantes sexuais usam pornografia de várias maneiras. Eles forçam suas vítimas a assistirem pornografia para dessensibilizá-las e também para treiná-las em atos sexuais nos quais elas serão forçados a se apresentar. Elas também filmam as vítimas e vendem e distribuem filmes pornográficos na internet e em outros pontos de venda.


"Mas estou apenas assistindo a alguns vídeos pornôs no meu computador"

Gibbons alerta que a frase acima é dita por muitos consumidores de pornografia para se isentarem do alerta de que estão sustentando o mercado criminoso do tráfico sexual. Porém

Você pode pensar que assistir um pouco de pornografia em casa não afeta o tráfico de sexo. Porém o estudioso citou palavras do Dr. Mahri Irvine, professor Adjunto da American University, que também destacou a perigosa conexão entre pornografia e tráfico sexual.

“Eu realmente desejo que as pessoas que assistem pornografia soubessem mais sobre isso. Porque acho que elas acreditam que estão participando dessa atividade de maneira muito passiva e pensam: ‘Ah, estou fazendo isso na privacidade da minha própria casa e este é apenas um vídeo que estou assistindo’. Mas não estão associando isso ao fato de que a pornografia é muitas vezes a violação de vítimas de tráfico sexual”, explicou Irvine.

Noel Bouché, diretor executivo da pureHOPE, também explicou: “Embora o conteúdo pornográfico inclua vítimas do tráfico de todo o mundo, os consumidores de pornografia não são informados sobre os artistas, incluindo aqueles que podem ter sido traficados desde cedo. Usuários regulares de pornografia na Internet provavelmente consomem pornografia que inclui adultos e crianças vítimas de tráfico sexual”.

No blog Resgatando o Amor, Katie Tomkiewicz resumiu: “Vários estudos mostram que, quando o conteúdo pornográfico é visto, a mente do espectador fica cada vez mais insensível às brutalidades da indústria do tráfico sexual, que incluem estupro, coerção, violência sexual e a ideia geral de que as mulheres são objetos existentes com o propósito de proporcionar prazer sexual ”.

Ela continuou: “Os efeitos psicológicos que a pornografia tem na mente não podem ser negados; o dano causado ao espectador e ao visualizado não pode ser negado. É fundamental abordar a cultura pornográfica de hoje como ela é: um centro para o tráfico sexual e uma porta de entrada para futuros cafetões”.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo