Educação

Vilhena 18/03/2019 17:22 Fonte: Extra de Rondônia

Bombeiros interditam contêineres que vinham sendo usados como salas de aulas em escola rural de Vilhena

Operação foi desencadeada a pedido do Ministério Público da Porto Velho...

A interdição se deu na manhã desta segunda-feira, 18, na Escola Progresso, localizada ás margens da BR-435, na zona rural de Vilhena.

De acordo com o informações do 2º tenente Luiz Antônio Bueno Thomaz, diretor de Atividades Técnicas do Corpo de Bombeiros do Estado de Rondônia, que esteve à frente das interdições em Vilhena, as fiscalizações estão ocorrendo a nível estadual e a pedido do Ministério Público de Porto Velho, que desencadeou uma operação de fiscalização dos contêineres que são utilizados por escolas para adaptação de salas de aulas, após o acidente ocorrido no Centro de Treinamento (CT) do flamengo, no Rio de Janeiro, onde vários pegaram fogo, causando a morte de 10 atletas.

Ainda de acordo com o tenente, a interdição não é uma proibição do uso do contêineres, e sim, uma medida de cautela, até que as instituições que fazem uso dos mesmos, apresentem laudos sobre as fiações e revestimentos que são usados, que devem ser fabricados com materiais ante chamas, para garantir a segurança do alunos.

Na escola progresso, a interdição dos contêineres, que eram utilizados como extensão de turmas de uma escola estadual, e que atendiam alunos do ensino médio, se deu devido ter sido constatadas irregularidades e a Secretária Estadual de Educação (SEDUC) não ter apresentado laudo que garanta a segurança do alunado em caso incêndios.

Bombeiros interditam contêineres que vinham sendo usados como salas de aulas em escola rural de Vilhena

Bombeiros interditam contêineres que vinham sendo usados como salas de aulas em escola rural de Vilhena

Bombeiros interditam contêineres que vinham sendo usados como salas de aulas em escola rural de Vilhena


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo