Ariquemes (RO), 10 de dezembro de 2019

Brasil

Desastre ambiental 01/11/2019 21:40 Marcos Rogério Lopes, do R7

Navio grego podia transportar até 170 milhões de litros de óleo

Ainda não há informações, no entanto, do quanto ele transportava no momento em que começaram os vazamentos que atingiram o Nordeste.

De acordo com a especificação do navio grego que teria derramado o óleo no litoral brasileiro, a embarcação Bouboulina, da empresa Delta Tankers, poderia transportar até 178 milhões de litros de óleo.

No site da Delta Tankers, em inglês, aparece a informação de que a capacidade de carga é de 178.385 m³, o equivalente a 178.385.000 litros.

Não há informações, no entanto, do quanto o navio  transportava no momento em que começaram os vazamentos que atingiram todos os estados do Nordeste brasileiro.

A embarcação foi encontrada navegando nas áreas de manchas, transportando óleo cru de um terminal de carregamento de petróleo da Venezuela, com destino à África do Sul.

Até o momento, a quantidade de óleo retirado das praias do Nordeste chega a 2 mil toneladas, É difícil, entretanto, determinar quantos litros esse peso representa.

De propriedade da Delta Tankers, a identificação do navio mercante motivou a Operação Mácula, deflagrada na manhã desta sexta-feira, 1º, pela PF (Polícia Federal), por ordem do juiz Francisco Eduardo Guimarães, da 14ª Vara Federal de Natal.

A ação cumpre dois mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro – nos endereços da Lachmann Agência Marítima e da empresa Witt O Brien’s.

reprodução de especificações do navio grego

Reprodução/Delta Tankers

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo